chamada blog

A Páscoa com Francisco

Há menos de dois meses não imaginávamos nada. Tudo corria normalmente. Já pensávamos que a Quaresma e a Páscoa seriam sem muitas novidades. Mas Deus estava preparando outra coisa para a Igreja e para o mundo.

 

Como num susto, tomamos conhecimento de que o papa Bento XVI anunciara sua renúncia ao pontificado. Era dia 11 de fevereiro, pela manhã, segunda-feira de Carnaval, quase início do tempo quaresmal. A Igreja entrou em inesperado movimento, sabendo que, a partir do dia 28 daquele mês, a Sé de Pedro estaria vacante e que, no tempo oportuno, deveria ser convocado novo conclave. O colégio cardinalício não estava preparado com nomes indicativos.

 

A notícia foi tão bombástica que a imprensa internacional modificou suas pautas daí para frente e os jornais escritos, falados, televisivos e virtuais passaram a ocupar suas primeiras páginas com o assunto. Lindas coisas foram ditas, mas muitas notícias ruins sobre problemas na Igreja ocuparam grandes espaços; algumas reais, outras ampliadas ao gosto dos editores, outras injustas, pois não comprovadas.

Leia mais...

O papa Francisco

papa franciscoAinda vibram em nosso peito as alegrias provindas do Conclave tão esperado. À tarde daquela quarta feira, 13 de março, da quarta semana da Quaresma, chamada Semana Laetare (Semana da Alegria, por já vislumbrarmos a Páscoa), de forma inesperada, foi eleito o 266º Sucessor de Pedro na sede romana. A escolha de Deus, pela mediação humana dos cardeais, recaiu sobre o nome de dom Jorge Mário Bergoglio, arcebispo metropolitano de Buenos Aires, sem nenhuma previsão da mídia. Ele, surpreendentemente, escolheu o nome de Francisco, o primeiro da história de 2000 anos da Igreja.

 

Sobre Juiz de Fora, minutos após sua bênção Urbi et Orbe (para a cidade e para o mundo), depois de uma forte chuva, veio uma tarde maravilhosa de luz dourada, jamais vista, que a tudo iluminava quase misteriosamente. Parecia que Deus havia coberto toda a abóboda celeste de ouro brilhante. Não tive como não receber isto em meu coração como um particular presente de Deus para nossa cidade celebrar este momento santo e promissor da história da humanidade.

Leia mais...

“Obrigado, Santo Padre”

No dia 19 de abril de 2005, o papa Bento XVI foi eleito, e no dia 24 do referido mês assumiu o trono pontifício. O Conclave teve pouca duração. Os cardeais, representando 52 países e inspirados pelo Espírito Santo, elegeram o cardeal alemão Joseph Ratzinger (que adotou o nome Bento XVI) como sucessor do saudoso e amado, e hoje beato, João Paulo II.

 

A missa que inaugurou o seu pontificado foi no dia 24 de abril. A cerimônia teve início às 10 horas de Roma, com duração de 2h45, com a presença de 350 mil fiéis. O novo pontífice recebeu dois principais símbolos da autoridade papal: o pálio e o anel do pescador. O mundo e, em especial os católicos, viviam a expectativa de um novo pontificado.

Leia mais...

Arquivos

Tags

  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video