Espiritualidade na Quarentena

espiritualidade quarentenaA Catedral inicia, hoje, uma série de reflexões para auxiliar a vida dos cristãos neste momento tão difícil pelo qual todos nós estamos passando. Período de mudanças de hábitos e de grandes transformações e readaptações no mundo todo.

Quem vem falar ao coração de vocês é o nosso vigário paroquial, padre Antônio Pereira Gaio, ele que é pai, avô, foi esposo (assumiu o diaconato permanente) e após ficar viúvo se entregou para a Igreja e assumiu a missão de evangelizador através do sacerdócio.

Confira seu primeiro texto que fala sobre caridade e entrega total aos planos de Deus:


“... Assim como eu fiz, façam vocês também.”


Quando li a história dos três videntes de Nossa Senhora de Fátima, nela se conta que Lúcia, Jacinta e Francisco, quando pastoreavam, levavam sempre uma merendinha. E, por um espírito de fraternidade, doação e penitência, davam essa merendinha para outras crianças pobres ou mais pobres que eles. Isto é dar a vida, valorizá-la em favor do outro. A vida é um dom de Deus e quem quer viver, não pode ser egoísta. As obras de misericórdia são, de fato, uma doação em favor de um irmão, de uma irmã necessitados, evidentemente, estamos nos doando em favor daquele que mais precisa de nós. Dom que se reparte e, por isso, atende o apelo de Jesus. Ele deu o exemplo. Seremos seus discípulos se fizermos como Ele fez.


Pe. Antônio Pereira Gaio
Vigário Paroquial da Catedral

04 de agosto: Dia do Padre

04082013Iniciando o mês vocacional, nesta terça-feira, 04 de agosto, celebramos o Dia do Padre.

Por isso, trazemos aqui a nossa homenagem a todos os padres, especialmente aos sacerdotes da Catedral, padre Anchieta, monsenhor Luiz Carlos e padres Danilo, Luiz Vitório e Gaio. Que Deus continue abençoando a missão e a vida de cada um de vocês. Feliz dia do Padre!


"Ser padre é ser abençoado e verdadeiramente escolhido por Deus.
Sem dúvida nenhuma, somente alguém que tem Deus ao seu lado é capaz de realizar tantos feitos como celebrar a Eucaristia, pregar o Evangelho, acolher os pecadores, orientar e acompanhar como somente um pai pode fazer.
Um pai espiritual dado pelo Senhor para nos guiar no caminho da salvação.
Ser padre não é uma tarefa fácil!
Deixar tudo é entregar-se completamente nas mãos do Senhor. Isso pede vocação, força e fé.
O padre é um ser humano sujeito a tentações, fraquezas e também emoções e sentimentos.
É claro que, em alguns casos, nem sempre os limites humanos são superados, mas a graça divina e a oração constante são a melhor ajuda para os momentos de dificuldade.
Por isso padre, saiba que eu estou orando sempre por você.
Parabéns pelo seu dia!"

Administrador paroquial festeja aniversário de ordenação

pe anchietaA comunidade paroquial da Catedral está em festa. Hoje, 04 de agosto, o nosso administrador paroquial, padre José de Anchieta Moura Lima comemora 35 anos de sacerdócio. Para comemorar, o padre Anchieta vai presidir as missas de 12h e 18h, transmitidas direto da Catedral. A Missa de 12h será transmitida pela WebTV “A Voz Católica” no Facebook e no Youtube e pela Rádio Catedral FM 102,3. A missa das 18h terá transmissão apenas pela WebTV “A Voz Católica”.

Pe. Anchieta nasceu em Guiricema - MG. Foi ordenado diácono em abril de 1985, em Juiz de Fora (MG), e sacerdote quatro meses depois, em Guiricema. Já atuou em diversas paróquias, são elas Nossa Senhora do Rosário (Bocaina de Minas-MG), Santo Antônio (Passa Vinte-MG), Santuário Senhor Bom Jesus do Livramento (Liberdade-MG), São Sebastião (Santos Dumont-MG), Nosso Senhor do Bonfim (Aracitaba-MG), Nossa Senhora da Conceição (Conceição do Formoso - Distrito de Santos Dumont-MG), São João Batista (São João da Serra - Distrito de Santos Dumont-MG), São Sebastião (Juiz de Fora-MG), Nossa Senhora da Assunção (Juiz de Fora-MG), Nosso Senhor dos Passos (Rio Preto-MG), Santa Bárbara (Santa Bárbara do Monte Verde-MG), São Sebastião (São Sebastião do Barreado – Distrito de Santa Bárbara do Monte Verde-MG), Nossa Senhora da Saúde (Juruti - Diocese de Óbidos, no Pará), na qual chegou a ser vigário, depois pároco e também formador do Propedêutico. No final de 2011, início de 2012 voltou para Juiz de Fora como vigário paroquial de Benfica e também como reitor do Seminário Menor e em 2015 foi nomeado pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Benfica (Juiz de Fora-MG). Santo Antônio (Catedral de Juiz de Fora-MG).

O sacerdote fala sobre a importância do seu ministério, em especial neste dia em que também celebramos o dia do padre. "Ser padre para mim é dar uma resposta concreta daquele que Deus chama para a missão. É um mistério, um dom, é algo que nós não conseguimos explicar, mas só sei que viver a dinâmica do ministério de ser padre é um serviço generoso que nós prestamos ao povo de Deus, à Igreja e ao Cristo, que chamou e continua chamando tantos. Então eu quero só agradecer a Deus por esse chamado que aconteceu ainda pequeno, porque com 4 ou 5 anos eu já falava em ser padre e fui amadurecendo nesta vontade de realmente servir à Igreja. E sirvo com muita alegria, generosidade e disponibilidade."

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video