Como é bom agradecer

agradecerLê-se no Salmo 106: “Agradeçam ao Senhor por seu amor e por suas maravilhas entre os homens! ”

Daí, como é bom elevar o nosso coração ao nosso Pai por tantas coisas que nos concede e, muitas vezes, até sem merecermos, mas Ele, mesmo assim, não se cansa de olhar para nós com amor e misericórdia.

Um coração que se entrega a Deus, Ele não despreza. Quantos maus cristãos não se lembram que orar é um gesto de amor. É reconhecer-se pequeno diante da grandeza do Pai. Temos no nosso cotidiano tantos momentos para expressar um agradecimento e, muitas vezes, nos esquecemos de dizer um “muito obrigado” a Jesus. Será que custa muito, pelo menos ao se levantar e dizer “Senhor, eu ofereço todo o meu dia, toma conta dele “e, à noite, novamente dizer: “obrigado, Senhor, pelo dia que passei. “E diante de uma graça alcançada: obrigado, Senhor. Que exemplo lindo nos deu São Francisco quando exaltou a linda natureza de Deus e agradeceu a criação, chamando “irmão sol”, “irmã lua”.

Existe um belíssimo canto litúrgico em cuja letra está essa expressão: “os peixes dos profundos oceanos proclamam toda a glória do Senhor”. “Cantai ao Senhor um canto novo”.


Padre Antônio Pereira Gaio
Vigário Paroquial da Catedral

Começa hoje a Semana da Filosofia e Teologia com transmissão local e de Roma

melhores-livros-2019-1Começa hoje a “Semana da Filosofia e Teologia”, do Centro Universitário Academia (UniAcademia) e do Seminário Santo Antônio. As atividades terão início às 19h, e serão transmitidas Ao Vivo, através do facebook da Arquidiocese de Juiz de Fora.

As vagas para os minicursos, que irão acontecer na quarta-feira, (16), estão esgotadas. Porém, as palestras serão gratuitas e abertas para todos os interessados. O ministrante principal será o Padre Fábio de Freitas Guimarães, Oficial da Congregação para o Clero, Diretor Espiritual do Pontifício, Colégio Português, em Roma (nomeado pela Conferência Episcopal Portuguesa) e Colaborador Paroquial para a diocese de Roma (Paróquiada Santissima Annunziatella).

O primeiro dia terá como tema “O ensino da Filosofia e da Teologia no magistério da Igreja: Orientações e perspectivas”. Já no segundo dia, Padre Fábio abordará “A formação acadêmica numa perspectiva integral: aspectos humano-afetivos e espiritual”. No último dia, (17),”Por que continuar estudando filosofia e teologia no século XXI”.

Padre Antônio Camilo de Paiva, Coordenador do curso de Teologia e Vice-Reitor do Seminário Santo Antônio, falou sobre as características que diferenciam esta “Semana da Filosofia e Teologia” das anteriores. “Este ano as Semanas de Filosofia e Teologia serão juntas, uma das primeiras características, segunda é que estamos em um período de pandemia e esta será a primeira em que faremos online e o professor principal que irá palestrar todos os dias falará direto de Roma.”

O sacerdote falou ainda sobre a importância dos temas para a vida da Igreja de Juiz de Fora neste período de Sínodo. “A Semana da Filosofia e Teologia abordará todo o contexto da vida pastoral da Igreja de Juiz de Fora. Ela tem um aspecto bem Sinodal, o que toca todos os setores pastorais da Arquidiocese.”

Para acompanhar as palestras basta acessar o facebook da arquidiocese neste link.

Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora

SOS Oração retorna as atividades no dia de Nossa Senhora das Dores (15)

sos oracao siteHá cerca de 30 anos, Juiz de Fora conta com o trabalho do SOS Oração. Um grupo anônimo, ecumênico e voluntário, que retorna às atividades nesta terça-feira (15). Através do número telefônico (32) 3215-3194, realizam a escuta com misericórdia daqueles irmãos que telefonam, em busca de consolo e oração.

Segundo o administrador paroquial da Catedral, Padre José de Anchieta Moura Lima, o trabalho realizado pelo grupo é importante, não apenas para a igreja, como também para toda a sociedade. “Se trata de um grupo de leigas e leigos prestam um serviço amoroso àquelas pessoas que passam por situações de pânico, depressão, ansiedade pessoas, que precisam de uma palavra amiga, ou um ouvido amigo.”

O sacerdote destaca que o dia de retorno das atividades do grupo, após um período impossibilitado de se articular, devido a pandemia, é a data que a Igreja recorda Nossa Senhora das Dores – aquela que acompanhou o sofrimento de Jesus na Cruz, e que acompanha o sofrimento de todos que precisam.

“Rezemos para que o SOS Oração possa realmente trazer uma contribuição em tempos de pandemia – quando a nossa fé é provada, nossa esperança precisa ser recuperada e a nossa caridade precisa ser ampliada”, conclui Padre Anchieta com este apelo.

Mensagem do Papa sobre Prevenção do Suicídio

No Brasil, são registrados cerca de 12 mil casos de suicídio todos os anos. Trata-se de uma triste realidade, principalmente entre os jovens. Cerca de 96,8% do total está relacionado a transtornos mentais. Em primeiro lugar, está a depressão, seguida do transtorno bipolar e do abuso de substâncias. Com esses números, o suicídio encontra-se entre as três principais causas de morte em indivíduos com idade entre 15 e 29 anos no mundo.

O Papa Francisco várias vezes manifestou sua preocupação com este fenômeno, sobretudo entre os jovens. Para o Pontífice, o principal motivo é a falta de perspectiva: “Não conseguem sentir-se úteis. Outros jovens não têm a coragem de enfrentar o suicídio, mas procuram uma alienação intermediária nas dependências, e hoje a dependência é uma fuga desta falta de dignidade”.

Em seu Twitter, no Dia Mundial para a Prevenção do Suicídio, celebrado em 10 de setembro, o Santo Padre cita a pandemia e suas consequências. Recentemente, falou sobre o assunto e alertou para a prática da usura. “Quantas situações de usura somos obrigados a ver e quanto sofrimento e angústia existem nas famílias! E muitas vezes, no desespero, quantos homens acabam no suicídio porque não aguentam, não têm esperança, não têm uma mão estendida que os ajude, mas só uma mão que os obriga a pagar os juros. A usura é um pecado grave.”

Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora, com informações de Vatican News

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video