Associação de Assistência Social Padre João Emílio e Rádio Catedral recebem Medalha Tarcísio Delgado

Medalha-Tarcisio-DelgadoNa noite dessa segunda-feira (11), a Associação de Assistência Social Padre João Emílio – mantenedora do Instituto Padre João Emílio – e a Rádio Catedral FM 102,3, ambas pertencentes à Arquidiocese de Juiz de Fora, foram agraciadas com a Medalha Tarcísio Delgado, uma iniciativa da Câmara Municipal de Juiz de Fora. A honraria foi oferecida a 19 personalidades e instituições da cidade que se destacaram por ações de inclusão social, promoção da vida e da dignidade humana.

A Associação de Assistência Social Padre João Emílio foi representada pelo seu Diretor-Tesoureiro, Padre Liomar Rezende Moraes. A indicação da instituição, que atende a 185 crianças em situação de vulnerabilidade social e a suas respectivas famílias, foi do Presidente da Casa Legislativa, vereador Zé Márcio-Garotinho. “Para nós é um momento ímpar, em que publicamente se dá o reconhecimento aos trabalhos realizados pela Associação. Nossa instituição centenária, que luta por fazer a inclusão social, luta por fazer acontecer o evangelho, o amor ao próximo, é reconhecida pelo Poder Público através dessa medalha. Agradeço a todos os nossos colaboradores, voluntários, todos que fazem parte da história da Associação de Assistência Social Padre João Emílio”, afirmou Padre Liomar.

Já o Padre Antônio Camilo de Paiva recebeu a Medalha Tarcísio Delgado em nome da Rádio Catedral, da qual é Diretor. A emissora foi indicada pelo vereador João Wagner Antoniol. “Um reconhecimento do trabalho de inclusão social que a Rádio Catedral desenvolve desde a sua fundação. Nós temos feito campanhas em favor da vida, em favor da pessoa humana. Todo ser humano precisa de pão e de beleza, e a Rádio, com a sua cultura, o seu entretenimento, o jornalismo e os programas religiosos, bem como as campanhas sociais, é artífice do pão e da beleza, fazendo com que o reino de Deus se instaure aqui e agora no nosso meio”, apontou Padre Camilo.

Medalha-Tarcisio-Delgado-agraciadosO presidente da Câmara Municipal de Juiz de Fora, vereador Zé Márcio-Garotinho, discursou representando todos os vereadores presentes e enaltecendo os esforços incansáveis de indivíduos e organizações que dedicam a vida à promoção da inclusão. “Esta medalha representa não apenas um símbolo de reconhecimento, mas também um testemunho tangível de nossa missão coletiva de construir uma sociedade mais justa, inclusiva e próspera.”

A sessão solene contou com a presença do ex-prefeito Tarcísio Delgado, que dá nome à medalha e foi a primeira personalidade a recebê-la, em 2019.

Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora, com informações da Câmara Municipal de Juiz de Fora

Pároco e diáconos da Catedral celebram aniversários

aniversarios dezembroA comunidade paroquial da Catedral está em festa no início de dezembro. Nesta quinta-feira, dia 07, os diáconos permanentes Antonio Valentino da Silva Neto e João Roberto da Silva celebram seu quarto ano de ordenação. E no domingo, dia 10, nosso pároco, padre João Paulo Teixeira Dias, celebra aniversário natalício.

O padre João Paulo preside a missa das 17h, no sábado, dia 09, que será em ação de graças pelo seu aniversário natalício e, também, encerramento do ano da Catequese. Padre João Paulo é natural de Viçosa e foi ordenado sacerdote em 14 de maio de 2011, seu lema de ordenação é: "Alegrai-vos sempre no Senhor!" (Fl 4,4).

"Ser padre é um chamado de Deus que no início não podemos compreendê-lo diante da grandeza, mas que com o passar dos anos amadurecemos e compreendemos o projeto de Deus em nossa vida. Esse chamado é uma missão que dá sentido ao viver", afirma padre João Paulo.

Já atuou em outras paróquias da Arquidiocese de Juiz de Fora: Santuário Basílica Bom Jesus do Livramento (Liberdade - MG), período do Diaconato; Paróquia São Miguel e Almas (Santos Dumont - MG), Administrador Paroquial; Paróquia de Santa Melania Juniore (Roma - Itália), Vigário Paroquial; Paróquia Bom Pastor (Juiz de Fora - MG), Pároco. Atualmente, além de ser pároco da Catedral, é Juiz do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de Juiz de Fora - MG.

O diácono João Roberto é natural de Juiz de Fora e foi ordenado no dia 07 de dezembro de 2019, com mais 24 diáconos permanentes e 3 transitórios, seu lema de ordenação é: "E enviou-os para anunciar o Reino de Deus." (Lc 9,2). Atuava somente na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, localizada no bairro Santa Terezinha, e foi trazido para atuar na Catedral em determinados dias para contribuir na vida pastoral e no setor administrativo.

Já o diácono Antonio é natural de Duque de Caxias (RJ) e também foi ordenado no dia 07 de dezembro de 2019, seu lema de ordenação é: "E enviou-os para anunciar o Reino de Deus." (Lc 9,2). Atua na Catedral em diversas áreas, porém a principal delas é junto à equipe que realiza o Curso de Noivos. "Para mim ser diácono é ser imitador de Cristo servo, é ser servidor da Igreja em uma tríplice missão", destaca.

Desejamos que Deus continue derramando bênçãos sobre suas vidas e que a missão de cada um na construção do Reino seja sempre iluminada pela luz do Espírito Santo. Parabéns!

“‘Vigiai’ é a palavra que Jesus nos dá neste primeiro passo que damos para dentro do Advento”, afirma Arcebispo de Juiz de Fora

DSC 0481“Cuidado! Ficai atentos, porque não sabeis quando chegará o momento. […] O que vos digo, digo a todos: Vigiai!” (Mc 13, 33.37). Foi com esta fala de Jesus que a Igreja iniciou, no domingo (3), o Tempo do Advento e um novo ano litúrgico. Nos templos espalhados por todo o mundo, ornamentados pela cor roxa, foi acesa a primeira vela da Coroa do Advento, que simboliza a esperança.

Na Catedral de Juiz de Fora, uma das sete missas do dia foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira. “É um tempo de renovação, de revisão de vida. Não é um tempo penitencial, como a Quaresma, mas é também um tempo de conversão, dado que nós somos chamados a preparar o nosso coração, a nossa alma, a nossa vida, para celebrar bem o Natal do Senhor que se aproxima e nos preparar bem para a segunda vinda do Senhor, no fim dos tempos”, explicou o Pastor Arquidiocesano.

DSC 0419Em todo o Brasil, a abertura do Advento foi marcada, ainda, pelo início do uso da terceira edição típica do Missal Romano. “É o mesmo missal do Concílio, promulgado pelo Papa Paulo VI, mas agora com a terceira tradução, sempre melhorada, revisada, para que haja maior participação de todos. É o missal que nos ajuda a celebrar sempre bem e melhor os mistérios de Cristo. A preocupação com esta terceira edição é que ela há de ser sempre mais fiel ao latim original daquela primeira edição”, ressaltou Dom Gil.

O Tempo do Advento corresponde às quatro semanas antes do Natal e está dividido em duas partes: as primeiras duas semanas servem para meditar sobre a segunda vinda do Senhor, no fim dos tempos, enquanto as duas seguintes servem para refletir concretamente sobre o nascimento de Jesus. Nos próximos três domingos, serão acesas as velas da fé, da alegria e da paz.

Clique aqui e confira mais fotos da Celebração Eucarística do último domingo (3).



Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video