Dom Gil celebra Missa da páscoa definitiva de Dom Henrique Soares

16 comum siteNo 16º Domingo do Tempo Comum, 19 de julho, Dom Gil Antônio Moreira presidiu a Santa Eucaristia na Catedral Metropolitana. A Missa foi celebrada em intenção pela Páscoa definitiva de Dom Henrique Soares, Bispo de Palmares (PE) falecido na noite do último sábado, em decorrência da Covid -19.

A celebração contou com uma homilia especialmente dedicada ao Bispo de Palmares. Nela, o Arcebispo de Juiz de Fora lamentou a partida do amigo, chegando a expressar um questionamento bastante comum em momentos como este. “Penso que uma pergunta está no silêncio de nossas mentes neste dia: por quê? Por que, meu Deus, ele partiu assim tão cedo, com apenas 57 anos, com um trabalho tão importante, tão grande em favor de Jesus Cristo em nossa pátria?”. Porém ele explicou que essa pergunta não é ofensiva a Deus e que Ele entende a dor de seus filhos e vai ao encontro dos mesmos, para socorrê-los.

O evangelho do dia, escrito por São Mateus, dava sequência a liturgia do domingo anterior e seguia contando parábolas de Jesus. Desta vez, a do joio e o trigo, a da semente de mostarda e a do fermento na massa, e Dom Gil as explicou a partir do exemplo de Dom Henrique.

“Dom Henrique foi um grande semeador da palavra. Dedicou seus 57 anos a semear a palavra e por isso a sua obra foi tão apreciada. Mas, como no mundo a gente semeia a palavra e o joio cresce junto, ele também teve que suportar a força de algum joio. Dom Henrique, ali no Nordeste, começou a semear a palavra e a se fazer pequeno”, afirmou o pastor. Ainda lembrou que suas obras, dentre elas materiais produzidos por ele e disponíveis na internet, permanecerão e continuarão a ser fermento na massa.

Em diversos momentos, o Arcebispo incentivou os fiéis a darem seguimento ao trabalho feito pelo bispo falecido, colocarem-se à serviço da missão de Cristo. “Também podemos ser a palavra viva, ser fermento na massa que ajuda a massa crescer”, afirmou ele.

Dom Gil pontou um fato bastante interessante: “a morte de todos aqueles que morrem de Covid-19 se parece um pouco com a morte de Jesus. Os médicos dizem que a causa mortis de Jesus foi asfixia”. (…) Deus lhe deu a graça de assemelhar a sua vida a Cristo e a sua morte ao Senhor Redentor”.

Na Catedral, assim como em grande parte da Igreja, as missas são celebradas, diariamente, em intenção pelas vítimas do novo coronavírus.

Ao final da homilia, além de agradecer, Dom Gil pediu a intercessão Dom Henrique nos desafios enfrentados atualmente. “Dom Henrique, vítima da Covid, interceda junto de Deus por nós, para que, neste tempo de pandemia, possamos crescer na fé, no exercício da espera da Eucaristia e, ao recomeçarmos o que estão chamado de novo-normal, sejamos muito mais de Deus do que somos.”

Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora

Baixe o roteiro da celebração em família para o 16º Domingo do Tempo Comum

Roteiro-Liturgia-1-3A Igreja celebra neste domingo, 19 de junho, o 16º Domingo do Tempo Comum, e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia, oferece mais uma vez o roteiro “Celebrar em família”. Clique aqui e baixe o arquivo.

No centro da celebração da Palavra, está o Evangelho de Mateus 13, dos versículos 24 ao 33. “[…] Naquele tempo, Jesus contou outra parábola à multidão: ‘O Reino dos Céus é como um homem que semeou boa semente no seu campo. Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora. Quando o trigo cresceu e as espigas começaram a se formar, apareceu também o joio’.” (Mt 13,24-43).

Neste contexto de pandemia, o roteiro pode ser uma valiosa opção para continuar em comunhão com a Igreja, principalmente às pessoas impossibilitadas por motivo de saúde ou idade, ou porque pertencem ao denominado ‘grupo de risco’, que devem ainda abster-se de participar das celebrações comunitárias dominicais, nos locais em que as missas já retornaram.

A Comissão Episcopal para a Liturgia da CNBB reforça a importância de celebrar verdadeiramente o Dia do Senhor, não só acompanhando pelos meios de comunicação. São muitos os horários de transmissão de missas em nossos canais católicos que podemos acompanhar, mas vivendo a dignidade de povo sacerdotal que nosso batismo nos conferiu podemos não só acompanhar, mas CELEBRAR com nossas famílias o Dia do Senhor.

*Fonte: Site da CNBB

Rádio Catedral completa mais um ano no ar

radio catedralA Catedral FM foi criada em julho de 2006, com uma proposta inovadora ao aliar informação, evangelização e boa música. A emissora completa 14 anos no ar.

A Rádio Catedral não veicula conteúdos exclusivamente religiosos, sendo focada também na qualidade musical e de informação. A programação é educativa e cultural, voltada para a formação cidadã e cristã. A essência religiosa está sempre presente e a evangelização faz parte de toda a grade.​

Devido a pandemia sua contribuição na evangelização torna-se ainda mais importante. O Diretor da rádio, Padre Antônio Camilo de Paiva, comentou sobre a data. “A Rádio Catedral é o meio da Igreja de Juiz de Fora conversar com o seu povo. A rádio é a maior catedral de Juiz de Fora, no momento que ela fala, fala com várias cidades, com o mundo através da internet. Parabéns Rádio Catedral!”

Sua programação sofreu algumas adequações neste período. Atualmente conta com a transmissão diária da missa da Catedral Metropolitana, de segunda a sexta às 12h e aos domingos, às 10h. Possui quadros com diversos padres arquidiocesanos e também transmite os programas dos Padres Reginaldo Manzotti – às 10h, de segunda a sexta-feira, e no sábado, às 10h, e Marcelo Rossi – de segunda a sábado, às 8h.

Em entrevista à Rádio Catedral, Padre Camilo agradeceu a todos que fizeram parte desses 14 anos de história. Inclusive os amigos colaboradores, que contribuem mensalmente para que a rádio esteja no ar.

Quer fazer parte da Família Catedral FM 102.3?

Há duas formas de se ajudar a manter o trabalho e possibilitar que a 102.3 cresça cada vez mais: o Amigo Colaborador e o Apoio Cultural (anúncios das empresas e paróquias). Pelo Amigo Colaborador, o ouvinte contribui com o valor de sua preferência por meio de um carnê ou depósito em conta. Diversas paróquias em Juiz de Fora servem como ponto de contribuição, além da própria rádio. Saiba mais no (32) 3257-3500. Já para quem tem uma empresa, pode se tornar um anunciante entrando em contato pelo mesmo telefone ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..">

Ajude a evangelizar pelo rádio! Seja Amigo Colaborador! Faça parte dessa história e de cada uma das novas conquistas e, principalmente na propagação da Boa Nova, do anúncio do Evangelho de Jesus Cristo.

Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora, com informações de Rádio Catedral

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video