Celebração e procissão de Corpus Christi reúnem milhares de fiéis em Juiz de Fora

corpuschristiMilhares de pessoas acompanharam, na tarde e noite da última quinta-feira (31), a Solenidade de Corpus Christi que reuniu as paróquias da Forania Santo Antônio, em Juiz de Fora. Padres, diáconos e seminaristas da forania estiveram presentes em Santa Missa presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, realizada na praça da Matriz Bom Pastor. Após a celebração, a multidão de fiéis, com velas nas mãos, iluminaram as principais ruas de Juiz de Fora em procissão com o Santíssimo Sacramento, até a Catedral Metropolitana.

Em entrevista, dom Gil falou sobre a celebração de Corpus Christi coincidir, esse ano, com o aniversário de 168 anos de Juiz de Fora. “Queremos oferecer essa celebração em intenção da cidade de Juiz de Fora, de seus governantes e, sobretudo, pelas pessoas mais pobres que aqui habitam. Sabendo que Deus nos deu o Pão Eucarístico, na pessoa de seu Filho Jesus, que se tornou para nós alimento na caminhada e, também, lembremos daqueles que não têm o pão material. Queremos oferecer então à cidade, Jesus Eucarístico”.

Dom Gil destacou, ainda, a importância desta celebração na vida dos cristãos. “A solenidade de Corpus Christi é uma festa muito bonita, que está no coração de todo aquele que acredita na Eucaristia e nela renovamos a Quinta-feira Santa, quando Jesus, na véspera de sua morte, se entregou totalmente a nós para ser nosso Alimento Pascal. Em todo o mundo se celebra esse dia para recordarmos essa presença perpétua de Jesus no nosso meio. Jesus está na hóstia para ser comungado, portanto, a missa é o que há de mais importante na vida do cristão. Ali somos alimentados pela Palavra e com o próprio corpo de Cristo”.

O arcebispo explicou também que “recordamos que essa presença real é para nós força na caminhada e, por isso, deve ser procurada também como local da oração, o cristão louva o Senhor e fala com Ele através da Eucaristia. O Papa João Paulo II nos falou sobre o valor da oração perante o Sacrário, ele mesmo dizia que muitas coisas resolveu na vida diante do Sacrário pela graça de Deus. Então celebrar a Festa de Corpus Christi é celebrar justamente a presença de Deus que nos alimenta e nos ajuda a superar todo e qualquer problema”.

Durante a procissão, os milhares de presentes fizeram orações e entoaram cânticos de louvor com a animação do padre Sérgio Luiz e Silva, CSsR e do ministério de música da Comunidade Exaltai. Durante o cortejo, foram dadas três bênçãos, recordando a Santíssima Trindade: nas proximidades da Santa Casa de Misericórdia e do Hospital de Pronto Socorro (HPS), bênção para os doentes; em frente ao Cenáculo São João Evangelista a bênção foi para o trabalho dos religiosos e religiosas e por todas as pessoas que atuam na Igreja; e no interior da Catedral, uma bênção universal, para a Arquidiocese, para todas as famílias e para a Igreja em geral.

Na chegada à Catedral Metropolitana, sede religiosa da Arquidiocese de Juiz de Fora, o Santíssimo Sacramento passou pelos tradicionais tapetes de Corpus Christi, confeccionados por paroquianos. Já no interior do templo, todos puderam adorar o Santíssimo por alguns minutos e, ao final, receberam uma bênção especial.

Clique aqui e confira as fotos da missa e da procissão.

Catedral prepara programação especial para a Festa de Santo Antônio 2018

Folder Santo Antonio2018A preparação para a festa do nosso padroeiro já está a todo vapor. De 04 a 13 de junho, a Catedral celebra a Festa de Santo Antônio. Santo Antônio é o padroeiro da cidade de Juiz de Fora, da Catedral e também de toda a nossa Arquidiocese.

Entre os dias 08 e 13 de junho teremos barraquinhas. Confira os dias e horários de funcionamento: 

Dias 08, 11 e 12/06: das 18h às 21h
Sábado (dia 09): das 16h às 19h
Domingo (dia 10): das 07h às 21h
Quarta-feira (dia 13): das 07h às 21h

Nos dias 09, 10 e 13/06 teremos brinquedos para as crianças (pula-pula, piscina de bolinhas e escorrega inflável), sempre na parte da tarde.

No feriado de 13 de junho, as missas começam bem cedo, às 06h, e acontecem durante todo o dia a cada duas horas, (06h, 08h, 10h, 12h, 14h, 16h, 18h e 20h). Às 09h, uma procissão com a imagem do padroeiro sairá da Igreja São Sebastião em direção à Catedral. Na chegada, missa celebrada pelo arcebispo Dom Gil Antônio Moreira.

No dia de Santo Antônio, haverá distribuição de pães em todas as missas. Traga também o seu pão para ser abençoado ou faça a sua doação em nossa recepção.

Confira a programação completa:

1º DIA: 04 de junho – Segunda-feira
Santo Antônio e o Leigo
19h - Missa e Novena
- Participação: Paróquia Nossa Senhora do Rosário (Pe. Jorge Luis Duarte).

2º DIA: 05 de junho – Terça-feira
Santo Antônio e a Missão
19h - Missa e Novena
- Participação: Pe. José Crispim Filho (Paróquia Sant’Ana - município de Santana do Garambéu).

3º DIA: 06 de junho – Quarta-feira
Santo Antônio e o chamado à Santidade
19h - Missa e Novena
- Participação: Paróquia São Pedro (Pe. Miguel Souza Lima Campos).

4º DIA: 07 de junho – Quinta-feira
Santo Antônio e a Eucaristia
19h - Missa e Novena
- Participação: Paróquia Santíssimo Redentor (Pe. Gleydson Pimenta de Faria).

5º DIA: 08 de junho – Sexta-feira
Santo Antônio e os Pobres
19h - Missa e Novena
- Participação: Paróquia Nossa Senhora do Líbano (Pe. Welington Nascimento).

6º DIA: 09 de junho – Sábado
Santo Antônio e a “Igreja em Saída”
17h - Missa e Novena com apresentação especial da Catequese.
Participação: Paróquia Santo Antônio do Paraibuna (Pe. Leonardo Loures Valle).

7º DIA: 10 de junho – Domingo
Santo Antônio e a Palavra de Deus
19h30 - Missa e Novena
- Participação: Catedral Metropolitana (Coral Santo Antônio).

8º DIA: 11 de junho – Segunda-feira
Santo Antônio e a Igreja
19h - Missa e Novena
- Participação: Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora (Pe. José Sávio Ricardo).

9º DIA: 12 de junho – Terça-feira
Santo Antônio e Maria
19h - Missa e Novena
- Participação: Paróquia Santíssima Trindade (Pe. Carlos Augusto Alves dos Santos).

13 de Junho – Quarta-feira
Dia de Santo Antônio
Missas - 06h, 08h, 10h, 12h, 14h, 16h, 18h e 20h
09h - Procissão em louvor a Santo Antônio saindo da Igreja São Sebastião em direção à Catedral. Na chegada, missa presidida por Dom Gil Antônio Moreira.

Católicos celebram Corpus Christi

corpuschristi siteokMissas e procissão vão marcar o feriado de Corpus Christi na Catedral Metropolitana. Nesta quinta-feira, 31 de maio, a igreja terá missas às 07h, 08h30, 10h e 11h30.

O destaque da programação será à tarde, com uma celebração que reunirá todas as paróquias da Forania Santo Antônio na praça da Igreja Bom Pastor. A Santa Missa, marcada para as 16h, será presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Gil Antônio Moreira. Logo após, haverá procissão luminosa em direção à Catedral, onde haverá a bênção do Santíssimo Sacramento.

O que os católicos celebram no dia de Corpus Christi?

Corpus Christi significa "Corpo de Deus", "Corpo de Cristo". A festividade é a comemoração solene da instituição do Santíssimo Sacramento. Propriamente, é a quinta-feira da Semana Santa o dia da instituição da Eucaristia, mas a celebração da paixão e morte de Cristo, na sexta-feira santa, não permite expansões de alegria. A Festa de Corpus Christi, então, é celebrada na quinta-feira, após a Festa da Santíssima Trindade.

Origem da Festa de Corpus Christi

A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

Em 1264, o papa Urbano IV estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. A procissão com a hóstia consagrada, conduzida em um ostensório, é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.

No Brasil

No país, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.

A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento, esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.

Durante a missa, o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração.

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video