Novas turmas da Oficina de Oração e Vida iniciam em agosto

oficina oracaoVocê já pode se inscrever para participar das Oficinas de Oração e Vida, uma nova forma de orar, conversando com Deus e levando-o a todos os lugares onde você estiver. Uma ótima oportunidade para crescer na fé, criar mais intimidade com Deus e estar em dia com a oração.

Ministradas por leigos, que fazem papel de "guias", o objetivo da oficina é aproximar os participantes de Deus. Durante as oficinas, os guias ensinam os participantes a orar e fazem meditações da Bíblia. Ao incentivar a oração pessoal, percebe-se que através da oração, as pessoas reestruturam suas vidas e criam o hábito da oração diária.

Nos próximos três domingos (21/07, 28/07 e 04/08) ao final das missas na Catedral, a equipe estará disponível para fazer as inscrições da nova turma da Oficina de Oração e Vida. As inscrições são gratuitas e abertas a todos os interessados. No segundo semestre, as Oficinas terão início na semana do dia 05 de agosto.

São 15 reuniões semanais para adultos e 10 reuniões para jovens, com duração média de duas horas por dia. Ao final dos encontros, os guias se retiram e os oficinistas ficam com o que viveram e aprenderam nas sessões para colocarem em prática em suas vidas. O ideal é que o grupo seja formado de 15 a 30 participantes.

As reuniões dos grupos, na Catedral, vão acontecer nos seguintes dias e horários:

Para adultos
Segunda-feira: 19h
Terça-feira: 08h
Terça-feira: 14h
Quarta-feira: 19h

Para jovens
Quinta-feira: 19h15

Outras informações e inscrições pelos telefones:
99979-6876 (Jusciléia), 99176-4290 (Renato) ou 3213-6945 (Celina).

Fiéis celebram o dia de Nossa Senhora do Carmo

festa-n-sra-carmo-19Fé e devoção marcaram o dia de Nossa Senhora do Carmo. O Sodalício da Ordem Terceira do Carmo (OTC) celebrou este dia festivo com uma missa, que foi presidida pelo monsenhor Luiz Carlos de Paula, na manhã desta terça-feira, dia 16. E, logo após, aconteceu uma pequena procissão no adro da Catedral Metropolitana.

Na homilia, monsenhor Luiz Carlos explicou que “ninguém realizou mais plenamente a vontade do Pai do que Maria de Nazaré”. O sacerdote disse, ainda, que Maria é a representante de toda a raça humana, "aquela que com o seu sim e com a aceitação do projeto de Deus na sua vida, possibilitou a encarnação do Verbo Eterno".

“Jesus de Nazaré assume a nossa condição humana, portanto, Maria com o seu sim abre as portas da humanidade. Esse sim é algo maravilhoso", completa.

O sacerdote falou, também, sobre a devoção à Nossa Senhora. “Sabemos que pela devoção à Maria, desde o início da Igreja, ela vai demonstrando o seu amor por nós. Jesus preparou a sua mãe para que ela pudesse assumir a maternidade de toda a humanidade, portanto, todos nós somos filhos amados de Nossa Senhora”.

Durante a celebração, os membros da OTC fizeram a renovação dos votos do Sodalício e, ao final, o monsenhor deu a bênção e fez a oração de imposição dos escapulários.

Confira as fotos em nosso Facebook.

Seminário Arquidiocesano Santo Antônio tem nova diretoria

nova diretoria seminarioNa manhã desta segunda-feira, 15 de julho, tomou posse a nova equipe diretiva do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio. Durante a solenidade, conduzida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, Monsenhor Luiz Carlos de Paula foi apresentado como o novo reitor da instituição, o Padre Antônio Camilo de Paiva como vice-reitor e o Padre Geraldo Dondici Vieira como diretor espiritual geral.

O evento, que contou com a presença do ex-reitor do Seminário e recém-nomeado bispo de Janaúba (MG), Monsenhor Roberto José da Silva, começou com um momento de oração. Após a leitura do evangelho, Dom Gil fez uma pequena reflexão, afirmando que “todo serviço na Igreja é um serviço de amor, um serviço a Cristo”.

O pastor agradeceu o trabalho feito por Mons. Roberto e pelo Padre Gleydson Pimenta de Faria como formador da Comunidade de Filosofia. Este passará os próximos anos em Roma, onde fará Mestrado em Teologia com ênfase em Catequética. Em seguida, foram lidas as provisões pelo chanceler do Arcebispado, Padre Eder Luiz Pereira, procedidas pela leitura, por Mons. Luiz Carlos, Padre Camilo e Padre Dondici, da profissão de fé e do juramento de fidelidade.

Dom Gil falou dos atributos que sacerdotes e leigos devem ter para trabalharem em um Seminário, onde a formação não é só espiritual, mas humano-afetiva, intelectual, comunitária e pastoral. “O padre tem que ser modelo de amor à Igreja, de amor a Deus, de amor à oração, de gosto pelo estudo. Esses aspectos todos devem ser vistos ao escolher as pessoas que vão trabalhar no Seminário. Que não sejam apenas ensinantes, mas que sejam também modelos de vida de Igreja, de vivência da fé”.

Em entrevista, Monsenhor Luiz Carlos agradeceu a confiança do arcebispo metropolitano ao nomeá-lo reitor. Vale destacar que, antes dessa função, o vigário geral da Arquidiocese exerceu as funções de coordenador da Pastoral dos Seminaristas e diretor espiritual do Seminário, além de ser integrante do Conselho de Formação desde 2003 e diretor da Escola Diaconal Santo Estêvão, cuja estrutura faz parte do Seminário Maior.

“Venho de coração aberto, com o desejo de trabalhar, de ajudar na construção do Reino de Deus, coordenando, juntamente com toda a nossa equipe de formação, o processo de discernimento e amadurecimento vocacional dos jovens que são chamados ao sacerdócio. Peço ao Senhor as bênçãos, as graças necessárias para que eu possa fazer um bom trabalho e dar continuidade a tudo o que Monsenhor Roberto fez aqui, de forma tão bonita”, afirmou.

O Padre Antônio Camilo de Paiva, além de vice-reitor, é também o novo coordenador do curso de Teologia, realizado em parceria com o Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/JF) e aprovado pelo MEC. “Juntamente com todos os professores e professoras e, claro, com a orientação do arcebispo, Dom Gil, a gente quer levar os alunos a um conhecimento profundo dessa ciência sagrada que se reparte em outras ciências. A gente quer o curso de Teologia seja, de fato, um curso de ciência teológica e que vai ter a sua repercussão na pastoral da Arquidiocese”, ressaltou.

Depois de pouco mais de dois anos, o Padre Geraldo Dondici volta a compor a equipe de direção do Seminário, desta vez se preocupando exclusivamente com a espiritualidade dos aspirantes ao sacerdócio. “O trabalho é o foro interno, é ajudar o seminarista a ter um espaço para falar da sua caminhada vocacional e da sua vida espiritual. Ele tem o estudo, tem as atividades da pastoral, mas alguém tem que ajudá-lo dessa forma mais interior. O diretor espiritual é que faz esse trabalho de formação espiritual, da formação profunda da fé”, contou.

Durante a solenidade desta manhã, Dom Gil também apresentou os padres Jorge Luís Duarte e Welington Nascimento de Souza como os novos secretário do Conselho de Formadores e ecônomo, respectivamente. Além disso, comunicou o retorno do Padre Elílio de Faria Matos Júnior às salas de aula e atividades pastorais, após afastamento por motivo de saúde, e a inclusão do Padre Laureandro Lima da Silva no Colégio dos Consultores.

Fonte: site da Arquidiocese JF

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video