Primeira missa do papa Francisco: "Cuidar das pessoas que estão na periferia do nosso coração"

Francisco19032013posseDesde as primeiras horas da manhã do dia 19 de março, a praça São Pedro começou a receber chefes de estado, líderes religiosos e peregrinos para a missa de inauguração do pontificado do papa Francisco. Antes do início da cerimônia, o papa Francisco desfilou em carro aberto pela praça, e em seguida desceu ao túmulo de São Pedro, embaixo do altar da Confissão, dentro da Basílica. Depois de se deter alguns minutos em oração, incensou o Trophaeum apostólico e se juntou à procissão de cardeais concelebrantes.

 

À frente, estavam os diáconos levando o Pálio pastoral, o "Anel do Pescador" e o Evangelho. Já fora da Basílica, no altar da praça São Pedro, o cardeal-protodiácono, Jean-Louis Tauran, impôs o Pálio (estola decorada com as cruzes do martírio); o cardeal protopresbítero Godfried Danneels, fez uma oração, e o cardeal decano Angelo Sodano entregou ao pontífice o "Anel do Pescador". Neste momento, seis cardeais, em nome de todo o Colégio Cardinalício, prestaram obediência ao papa.

 

Todos os cardeais, patriarcas e arcebispos maiores das igrejas orientais católicas; o secretário do Conclave, dom Lorenzo Baldisseri, e os padres Fr. Jose' Rodriguez Carballo e Alfonso Nicolas SJ, respectivamente presidente e vice-presidente da União dos Superiores Gerais, concelebraram com Francisco a sua primeira Missa como papa.

 

Também acompanharam a celebração o presidente da Itália, Giogio Napolitano; as presidentes da Argentina, Cristina Kirchner; e do Brasil, Dilma Rousseff, entre outros. Todos os chefes de estado e delegações estrangeiras foram recebidos pelo papa, após a missa, na Basílica de São Pedro.

 

A seguir, a íntegra da homilia do papa Francisco, na missa da solenidade de São José, patrono da Igreja.

Leia mais...

CNBB apresenta a Cidade da Fé

Imagine um local que reúna toda a diversidade católica e ainda sirva de apoio aos peregrinos e religiosos (as) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Rio de Janeiro (RJ). É sob esse contexto de entretenimento e centro de apoio que a CNBB, em parceria com a Promocat Marketing Integrado - empresa responsável pela promoção e organização do evento – criou a "Cidade da Fé", evento que acontecerá em conjunto com a JMJ, no Centro de exposições Riocentro, localizado na Barra da Tijuca.

 

Cidade da Fé é o nome dado ao local que reunirá eventos como a tradicional feira de artigos religiosos ExpoCatólica - Feira Internacional de Livros e Artigos Religiosos; o FÉSTIVAL, - Festival Internacional de Turismo Religioso - setor que conta com o apoio dos Estados brasileiros e do Ministério do Turismo; a Expo Vocacional, área da ExpoCatólica destinada às congregações religiosas, e, o Bote Fé Brasil, última edição do evento que marcou a peregrinação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora pelas dioceses do Brasil.

 

RioCentro19032013

 

Segundo dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário geral da CNBB, "os eventos regionais do Bote Fé e a Campanha da Fraternidade de 2013 sobre a Juventude, estão contribuindo ativamente para a promoção e divulgação da JMJ Rio 2013, além de despertar nos jovens a importância de sua participação na vida da Igreja. Concluir essa caminhada de quase dois anos com um evento de abrangência internacional foi uma forma encontrada para agradecer a acolhida e o envolvimento de toda a Igreja do Brasil nesse projeto, que deixará frutos em todas as comunidades”.

Leia mais...

Pastoral Familiar realiza encontros de partilha

missafamilia2A Pastoral Familiar retoma, nesta sexta-feira, dia 22, os encontros mensais de oração e formação. As reuniões tem o objetivo de unir mais os integrantes de todas as pastorais e incentivar todos os casais a rever a caminhada. Além disso, a participação é gratuita e aberta a toda a comunidade.

 

Os encontros vão acontecer sempre a partir das 19h, com a missa e, em seguida, os participantes serão encaminhados para a capela. Jovens e crianças também são convidados e, se tiverem presença significativa, os organizadores vão procurar direcionar os temas para este público também.

 

O tema da primeira reunião será “Os desafios da família diante do plurarismo religioso e cultural”. Segundo um dos dirigentes do projeto, o diácono permanente Waldeci Rodrigues da Silva, é importante chamar as famílias para reflexão e abordar temas atuais para situá-las.

Leia mais...

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video